Created with Snap
Supply Chain Management

Como o Supply Chain Management impacta sua rotina logística?

Para que um negócio tenha bons resultados e alcance o sucesso, é muito importante que sua cadeia de suprimentos, ou supply chain, seja gerenciada da maneira adequada. Afinal, ela envolve todas as etapas de produção e entrega de materiais da empresa.

Caso um gestor não cuide bem dessa cadeia, nenhuma fase do negócio funcionará bem — não haverá insumos na quantidade certa, os estoques ficarão desequilibrados e a produtividade das equipes cairá cada vez mais.

Em razão do papel estratégico do Supply Chain Management, é fundamental entender do que se trata esse conceito, como ele funciona e qual é o seu impacto na rotina logística. Neste post, separamos as principais informações sobre o assunto para que você saiba como colocar essa boa gestão em prática. Vamos lá?

 O que é Supply Chain Management?

Também conhecido pela sigla SCM, o Supply Chain Management é o setor que reúne todo o fluxo de recursos de uma companhia, que podem ser tanto materiais quanto imateriais, como serviços, produtos, dados financeiros, entre outros.

Dessa forma, sua função é fazer com que todos os processos envolvidos na cadeia de suprimentos da empresa sejam colocados em prática. O SCM é responsável pela gestão de todas as etapas necessárias para que determinado bem chegue aos clientes do negócio, como:

  • compra de matérias-primas;
  • armazenamento de mercadorias;
  • transporte de cargas;
  • entrega dos produtos aos clientes.
Leia também:  Como realizar o gerenciamento de motoristas? Confira 5 dicas práticas!

Além dos processos relacionados ao fluxo de mercadorias, o Supply Chain Management também envolve a gestão de informações que asseguram o bom funcionamento da cadeia produtiva, como mão de obra, recursos financeiros, fornecedores e prestadores de serviços.

Como ele funciona na prática?

O Supply Chain Management envolve a utilização de diferentes metodologias, técnicas e soluções tecnológicas empregadas pelos gestores para controlar, integrar, acompanhar e organizar as etapas da cadeia de suprimentos.

Além de fluxos internos, uma gestão de suprimentos eficiente também requer que os fluxos externos sejam considerados. Confira os elementos que, na prática, integram o SCM:

  • custos;
  • fluxo de dados;
  • atuação dos profissionais;
  • produção e armazenamento de mercadorias;
  • rotinas logísticas;
  • tempo de entrega;
  • canais de distribuição;
  • contato com fornecedores.

Quais são os seus impactos na rotina logística?

Quando um gestor adota o Supply Chain Management, os bons resultados acabam aparecendo, pois uma administração eficiente impacta diretamente a redução de gargalos logísticos. A seguir, separamos os principais benefícios de uma boa gestão de suprimentos:

Otimização na entrega

Ao investir nessa gestão, as chances de que as compras sejam entregues dentro do prazo são muito maiores. Afinal, a cadeia de produção se tornará muito mais ágil e eficiente.

Redução de custos

Essa é outra vantagem de uma boa gestão de suprimentos, pois ela reduz os custos em diferentes setores do negócio, como compras, entregas, estoque e distribuição. Isso ocorre pela integração de todas as etapas do fluxo da cadeia, o que acaba resultando em uma grande economia.

Maior transparência do negócio

Empresas transparentes ganham pontos no mercado e se destacam por seu diferencial competitivo, uma vez que essa característica é muito valorizada por clientes e parceiros. Esse é outro diferencial do SCM — com ele, tanto gestores quanto clientes podem acompanhar o que ocorre em todos os processos da empresa.

Leia também:  Bati o carro da empresa, e agora? Saiba o que fazer nesse caso!

Supply Chain Management

Otimização de espaços e recursos

Também há ganhos de espaço e recursos para lideranças que investem nesse tipo de gestão, pois o SCM viabiliza estudos para identificar a forma mais eficiente de realizar o transporte e o armazenamento de produtos. Tudo isso tem como objetivo a alocação correta de mercadorias, algo imprescindível para o negócio.

Melhor atendimento ao cliente

Os consumidores também saem ganhando quando a empresa investe em Supply Chain Management, pois todos os benefícios que você conferiu aqui impactam diretamente em uma boa experiência do cliente. Além disso, eles podem aproveitar funcionalidades bem interessantes, como acompanhar em tempo real os itens que estão em estoque e visualizar o prazo de entrega de um produto.

Como aplicar o Supply Chain Management?

Depois de conferir as principais informações sobre o Supply Chain Management, é hora de conferir como colocar essa gestão em prática. Esse processo é bastante simples, desde que sejam seguidas algumas dicas muito importantes. Confira!

Adote novas tecnologias

Quando se trata de gerir empresas na atualidade, a tecnologia deixou de ser um diferencial e se tornou uma necessidade. Afinal, as inovações geram oportunidades ao negócio e ajudam a otimizar a gestão da supply chain. Nesse momento, utilizar softwares para um sistema integrado de gestão (os ERPs), por exemplo, pode fazer toda a diferença.

Use indicadores de desempenho

Esses indicadores são essenciais para nortear as decisões ao longo das etapas da cadeia produtiva. Além de quantificarem a performance dos colaboradores e os resultados dos processos, eles permitem aprimorar as avaliações da empresa e tornar a gestão mais objetiva.

Integre as equipes

Como já abordamos, um dos grandes diferenciais do SCM é integrar os processos da cadeia produtiva da empresa. Portanto, é muito importante que você fomente uma boa comunicação entre os diferentes setores do negócio, fazendo reuniões periódicas e mantendo o setor de RH sempre alinhado com os processos.

Leia também:  Como calcular km rodado para reembolso do colaborador?

Capacite seus funcionários

Você também não pode se esquecer de investir em programas de capacitação para os colaboradores. Isso é importante tanto para que eles entendam como utilizar as tecnologias necessárias para uma boa gestão quanto para que sua companhia seja capaz de reter talentos.

Tenha bons fornecedores

Para que os bons resultados sejam alcançados, é necessário não só ter bons fornecedores, mas também que eles apresentem um bom trabalho e respeitem os prazos e a política da empresa. Daí a necessidade de escolher profissionais adequados e, claro, mantê-los sempre bem informados sobre os próximos passos da empresa.

Como você percebeu neste post, o Supply Chain Management é responsável pela coordenação dos processos que fazem parte do ciclo de vida de determinado produto, desde sua fabricação até a entrega ao consumidor final. Como se trata de um setor tão importante, seguir as dicas é essencial, pois apenas assim você poderá colocar em prática uma gestão eficiente e ágil em seu negócio.

Lembra-se de quando falamos sobre a importância dos fornecedores? Pois é, eles também são imprescindíveis no Supply Chain Management! Quer saber mais sobre esse assunto? Continue sua visita no nosso blog e confira a importância da gestão de fornecedores e como fazê-la!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

você também pode gostar de:

© 2022 Unidas Frotas. Vamos juntos. - Todos os direitos reservados