Created with Snap
melhores carros para empresas

3 dicas para escolher os melhores carros para empresas

Existem diversas alternativas de veículos para frotas corporativas, o que aumenta a complexidade de uma gestão. Com a diversidade de opções, cabe aos gestores a escolha dos melhores carros para empresas de acordo com o perfil do negócio, dos usuários e dos condutores.

Normalmente, é preciso considerar a finalidade do veículo (que pode ou não transportar carga), o tipo de via mais frequentemente percorrida, a quantidade média de quilômetros rodados durante as atividades, a necessidade de segurança e a economia. A escolha acertada proporciona o melhor custo-benefício para o negócio.

Continue a leitura para ficar por dentro das melhores opções para frotas e decidir corretamente!

 

Quais os melhores carros para empresas?

Como explicamos, existem diversos tipos de veículos no mercado nacional, todos com características distintas. Assim, a escolha dos modelos de sua frota depende da atividade da empresa e do perfil de uso do carro.

Confira a seguir quais são os automóveis mais utilizados no setor corporativo:

Carros populares

São veículos com motor 1.0, ou seja, que têm menor potência. Sua principal vantagem é a economia de combustível. Porém, em geral, esses modelos têm porta-malas pequeno, o que dificulta o transporte de cargas ou de bagagens.

São carros ideais para uso urbano. Assim, caso os profissionais de sua empresa precisem utilizar o automóvel para viagens corporativas, é importante ter em mente que o desempenho na estrada não será dos melhores. Prefira os modelos populares para deslocamentos mais curtos, em perímetro urbano.

Leia também:  10 maneiras práticas de reduzir o turnover

Veículos executivos

Esses modelos costumam ser mais espaçosos, confortáveis e com melhor motorização do que os veículos populares. Normalmente têm ar-condicionado, câmbio automático, bancos de couro, teto solar, entre outras comodidades. O espaço do porta-malas costuma ser bem maior.

Modelos utilitários

Utilitários podem transportar cargas e pessoas ao mesmo tempo. São maiores que carros de passeio, mas não têm extensão, como os caminhões. Exemplos deste tipo de veículo são os furgões e pick-ups. Os utilitários são adequados para o transporte de cargas leves ou pesadas e têm bom desempenho, mesmo quando as vias não estão em perfeitas condições.

Furgões são mais adequados para transportar cargas que não podem ficar expostas às variações climáticas, como alimentos e medicamentos. Eles têm capacidade para transportar até 1.500 quilos e podem ser personalizados para o transporte de produtos que precisam de refrigeração ou proteção térmica.

Já os modelos do tipo pick-up têm carroceria aberta, o que faz com que as cargas ideais sejam itens que não precisam de proteção contra variações de temperatura, chuva ou sol. São versáteis, podendo transportar mercadorias que variam de altura, e adequados para rodar em qualquer tipo de estrada, inclusive em zonas rurais.

Veículos especiais

Na categoria veículos especiais, estão carros adaptados para situações específicas, como ambulâncias, veículos de resgate, viaturas policiais, transporte fúnebre, entre outros.

Modelos blindados

Apesar de ser comum em diversas situações além das mais óbvias, como transporte de valores e proteção pessoal, não são todas as categorias de veículos que podem ser blindadas. Veículos econômicos, por exemplo, têm desempenho prejudicado com o peso da blindagem, que também acaba sendo inviabilizada pelo custo para consumidores desses veículos.

Leia também:  Investimento em tecnologia: como ela ajuda sua frota?

Além de promover mais segurança no caso de possíveis ataques criminosos, os veículos blindados também contribuem para aumentar a concentração do motorista, uma vez que a blindagem reduz a exposição a ruídos vindos de fora.

 

melhores carros para empresas

 

Como escolher os melhores carros para empresas?

Para escolher de forma acertada, vale a pena ter atenção a algumas questões. Acompanhe nossas três dicas valiosas!

1. Entenda a necessidade de uso

Sua empresa precisa transportar pessoas ou cargas? Como você observou acima, existem veículos adequados para cargas, que podem, inclusive, ser customizados. Então, se você transporta, por exemplo, laticínios, a melhor escolha é um furgão com compartimento refrigerado, certo?

No entanto, alguns modelos podem ter uso misto, dependendo do tipo de carga. Pequenas peças e componentes de manutenção de equipamentos, por exemplo, podem ser transportados em um porta-malas de um veículo comum, como um carro popular.

Equipes de manutenção, representantes comerciais e empresas cujos colaboradores costumam visitar os clientes sem a necessidade de transporte de carga, podem se beneficiar do uso de veículos populares, que são econômicos e compactos.

Por outro lado, se a finalidade é buscar pessoas em aeroportos e fazer viagens mais longas, o ideal são os modelos executivos, que oferecem maior conforto e espaço para acomodar a bagagem, por exemplo.

2. Observe onde o veículo vai rodar

Isso faz toda a diferença para o desempenho e economia. Em áreas urbanas, nas quais não é possível desenvolver grande velocidade e onde há pouco espaço de estacionamento, modelos populares compactos são os mais utilizados. Já nas estradas, os sedans com motorização superior são indicados.

Para circulação em áreas rurais, onde há maior possibilidade de trafegar em estradas de terra, naturalmente irregulares, o mais adequado é buscar um veículo com boa suspensão ou uma pick-up.

Leia também:  Dimensionamento de frotas: como saber se preciso de mais veículos?

3. Faça uma análise de custos

Considerando as dicas acima, é importante fazer uma análise adequada de custos para definir quais as melhores opções para sua frota. É preciso ter em mente todas as despesas, como:

  • manutenção do veículo;
  • consumo de combustíveis e lubrificantes;
  • contratação ou não de motoristas;
  • seguro automotivo;
  • custo de aquisição do veículo, impostos e documentação.

De olho nesses fatores e no perfil de utilização dos veículos, a empresa pode planejar uma frota mista, com carros adequados para cada tipo de uso, como transporte de executivos em viagens e deslocamentos urbanos no dia a dia.

 

A terceirização dos veículos é uma boa opção?

Uma alternativa para reduzir o orçamento com a frota é a terceirização. Ao terceirizar, vários custos que podem comprometer a competitividade da empresa são reduzidos:

  • não é preciso arcar com um grande valor inicial para a compra dos veículos;
  • não existem custos de veículos parados, pois a locadora faz a gestão das manutenções e o atendimento emergencial;
  • em caso de sinistro, o contrato com a locadora pode estabelecer a oferta de carro reserva;
  • melhor gestão de multas, que são recebidas e pagas pela locadora e enviadas aos clientes junto à fatura.

Esses são apenas alguns dos benefícios da terceirização. Para os gestores de frotas, além da maior facilidade de administração, a grande vantagem é que é possível escolher os melhores carros para empresas com uma redução de custos estimada em 25%.

Além disso, outro benefício é que o gestor não precisará se preocupar com a necessidade de renovação dos carros corporativos. Quer saber mais? Então baixe agora nosso e-book sobre o ciclo de vida dos veículos de frotas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

você também pode gostar de:

© 2021 Unidas Frotas. Vamos juntos. - Todos os direitos reservados