Created with Snap
Manutenção preventiva ou preditiva? Entenda a diferença!

Manutenção preditiva ou preventiva? Entenda a diferença!

Para uma empresa que possui uma frota corporativa, veículos parados representam despesas, não só com os gastos em seu conserto, mas também com o custo de ter uma unidade parada, improdutiva. Por isso, é importante que o gestor inclua tanto a manutenção preventiva como a manutenção preditiva entre as prioridades de seu departamento.

Esses dois métodos de manutenção têm o objetivo de antecipar os problemas de cada veículo, diagnosticando e substituindo os componentes que apresentam alguma diminuição em sua eficiência. Dessa forma, a vida útil das peças é alongada, o que representa economia no custo total de propriedade e diminui os riscos de acidentes e quebras.

Manutenção preventiva ou preditiva? Entenda a diferença!

Assim, além de ajudarem a empresa a manter um bom SLA (Acordo de Nível de Serviço), os custos com consertos são menores, pois uma sinistralidade acarreta outros gastos, como peças e partes diversas danificadas, indenizações e multas.

Mas, para implantá-los, é preciso conhecer melhor cada um e saber em que contexto eles devem ser utilizados. Quer saber mais sobre a manutenção preventiva e a preditiva? Então, continue sua leitura, pois falaremos de cada um deles adiante!

Manutenção preventiva: seguir as recomendações dos fabricantes

Manutenção preventiva

A manutenção preventiva é uma forma de manter o funcionamento dos veículos o mais próximo possível das condições de fábrica, sem forçar sua mecânica, prevenindo problemas com componentes desgastados ou no final de sua vida útil.

Para implantá-la, é preciso acompanhar o tempo de uso (em meses) e a rodagem de cada unidade (quilometragem), ao mesmo tempo em que haja um controle sobre os ciclos de trocas dos componentes.

Como exemplo mais comum, podemos citar as trocas de óleo lubrificante do motor, que devem ser feitas de acordo com a quilometragem estabelecida pelos fabricantes ou o tempo de uso dos produtos, o que vier primeiro.

Leia também:  Veículos Especiais: conheça os principais modelos dessa categoria!

Esse conceito deve ser levado a todas as peças e lubrificantes de cada veículo, desde as de maior importância, como fluidos de freio, correia dentada e vela de ignição, até as mais esquecidas, como as palhetas dos limpadores de para-brisa e o sistema de arrefecimento do veículo.

Manutenção preditiva: diagnosticar e revisar para prevenir

Já a manutenção preditiva vai um passo além da preventiva, pois utiliza equipamentos de diagnóstico e revisões constantes para conferir o funcionamento e a eficiência de cada componente.

São utilizados equipamentos como ultrassom, análise de vibração, escaneamento de central de injeção eletrônica, testes de bateria, termografia, por exemplo, e o uso do acompanhamento dos parâmetros do veículo por telemetria.

Como os desgastes dos componentes variam muito em relação às condições de uso e também questões ambientais, a manutenção preditiva permite um ganho maior sobre a vida útil de cada peça, trocando-a somente quando apresentar perda de eficiência.

Alerta de manutenção preditiva

Além disso, ela antecipa problemas, mantendo o desempenho da frota e diminuindo seus custos com manutenção ao minimizar as trocas desnecessárias e os consertos oriundos de sinistros evitáveis.

A manutenção preditiva é o método mais adequado para itens como pneus, pastilhas de freio e jogos de suspensão, pois são peças de validade indeterminada, que tem seus tempos de vida útil intimamente relacionados às condições de uso dos veículos e das pistas.

Portanto, a diferença entre a manutenção preventiva e a manutenção preditiva é referente à maneira de antecipar os problemas. Enquanto a primeira utiliza-se de trocas periódicas de peças, a segunda acompanha os parâmetros de eficiência de cada componente.

Para o gestor, é importante implantá-las para manter sua frota funcionando e diminuir os custos com consertos.

Gostou deste artigo? Quer mais dicas para a gestão de sua frota? Então assine a nossa newsletter e fique por dentro das novidades que compartilhamos no blog!

Leia também:  Como a gestão de multas é feita em frotas corporativas?

E não deixe de conferir os nossos materiais gratuitos para download, oferecidos pela empresa líder em terceirização de frotas no Brasil com 2 mil clientes e mais de 100 mil veículos: a Unidas Frotas! Otimize seus processos de gestão da frota de maneira profissional e rápida, sem custo algum. Clique aqui e baixe agora mesmo!

Um comentário sobre "Manutenção preditiva ou preventiva? Entenda a diferença!"

  1. André disse:

    Puxa vida, muito obrigado por compartilhar tanto conteúdo de valor. Vou continuar seguindo o blog / site e compartilhando

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

você também pode gostar de:

© 2021 Unidas Frotas. Vamos juntos. - Todos os direitos reservados