Created with Snap
Erros a serem evitados na gestão da manutenção de frotas

Gestão da manutenção de frotas: 5 erros que não podem ser cometidos

A manutenção é um dos fatores mais importantes na gestão de frotas. Quando esse processo é subestimado, os resultados podem ser catastróficos para a empresa, gerando grandes prejuízos e problemas de produtividade.

A gestão da manutenção de frotas permite ter controle detalhado das despesas, facilita o planejamento, melhora o controle do estoque de peças, aumenta a disponibilidade e a performance dos veículos e, ainda por cima, reduz os custos da operação como um todo.

Mesmo com todos esses benefícios, é comum ver algumas empresas não darem a devida atenção à manutenção de frotas, principalmente em virtude do volume das demandas diárias.

Neste artigo, listamos 5 erros que você não pode cometer para garantir uma gestão eficiente da manutenção em sua frota corporativa. Fique atento!

Erros a serem evitados na gestão da manutenção de frotas

1) Não realizar manutenção preventiva

O gestor de frota está sempre preocupado em manter a produtividade e garantir a sua eficiência operacional.

Mas deixar de fazer manutenção poderá resultar em custos muito maiores e os veículos ficarão parados por muito mais tempo do que o necessário para cada manutenção, acarretando em ociosidade e comprometendo a eficiência da frota.

2) Não contar com mão de obra qualificada na gestão

Para uma gestão adequada é importante contar com bons fornecedores e mão de obra qualificada.

Em vez de buscar mecânicos e oficinas com baixa qualificação, procure serviços especializados e trabalhe com fornecedores de alto nível. A diferença de custos compensará no médio e longo prazo.

3) Não controlar os indicadores da manutenção de frotas

Não é possível gerir o que você não mede. Muitos itens precisam ser controlados para garantir os resultados de que a empresa precisa, como custos, estoque de peças, tempo de ociosidade de veículos, horas extras, tempo de entrega de peças e muitos outros.

Leia também:  O papel do Gestor de Frotas na Terceirização

Os indicadores ajudarão os gestores a tomarem as melhores decisões, definir que áreas precisam de planos de ação, investimento em treinamentos ou melhora de infraestrutura.

Isso possibilitará a alocação eficaz dos recursos da empresa e o foco no que é mais importante para os resultados.

4) Não gerenciar rotas

o papel das rotas na gestão de manutenção de frotas

Os tipos de carga e as rotas que os veículos fazem são determinantes para a manutenção de frotas. Estradas com muitas curvas, de terra, com muitos buracos no percurso, podem desgastar os veículos mais rapidamente, principalmente quando se trata da parte mecânica.

Os quilômetros rodados também são um indicador para realizar a manutenção preventiva de diversas peças. O rastreamento do veículo pode facilitar o gerenciamento de rotas e ajudar a tomar medidas em caso de furtos e roubos de veículos e cargas.

5) Não acompanhar peças de desgaste natural

Os pneus são uns dos pontos mais importantes no quesito de segurança.

Sem o acompanhamento da vida útil dos pneus, não é possível saber o melhor momento de trocá-los, e consequentemente há mais probabilidade de enfrentar “imprevistos” no meio da viagem e comprometer a produtividade da frota.

Pneus carecas e mal calibrados também podem resultar em acidentes mais graves, colocando em risco diversas vidas, proporcionando prejuízos e arranhando a imagem da empresa.

troca de óleo e manutenção preventiva

Também é importante estar atento a itens que precisam ser trocados ou verificados periodicamente, como o óleo lubrificante, pastilhas de freio, filtros, fluido do radiador, bateria e limpadores de para-brisas, entre outros.

A manutenção de frotas é um desafio, e se esta não for a sua expertise ou atividade-fim, considere terceirizar esse processo.

Contar com o apoio de especialistas pode elevar o nível do serviço, dará mais tempo para você focar no carro-chefe da empresa e reduzir custos, multiplicando a produtividade e a lucratividade da sua operação.

Leia também:  Depreciação de veículos: como ela impacta sua frota?

E você, lembra de mais algum ero que não deve ser cometido? Deixe o seu comentário e compartilhe a sua opinião conosco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

você também pode gostar de:

© 2019 Unidas. Vamos juntos. - Todos os direitos reservados