Created with Snap
Frota própria x frota terceirizada: qual escolher?

Frota própria x frota terceirizada: qual escolher?

Muitos gestores que precisam gerenciar frotas de empresas se deparam frequentemente com a dúvida de qual seria melhor manter: uma frota própria ou frota terceirizada.

De fato, é uma decisão que envolve vários aspectos que precisam ser analisados cuidadosamente.

A seguir vamos esclarecer melhor esses pontos, comparando os dois tipos de frotas corporativas e apontando qual deles pode ser o mais vantajoso para sua empresa. Continue acompanhando e esclareça suas dúvidas agora mesmo!

Frota própria

Quando se fala em frota própria, todos os aspectos que envolvem a operação ― custos, desempenho, manutenções e outros ― são geridas por equipes internas da própria empresa.

Isso faz com que a gestão seja centralizada, passando a impressão de maior controle de todo o processo.

Proprietários tendem a centralizar todo o controle da empresa, inclusive a gestão de frotas

No entanto, várias atividades inerentes à gestão de frotas, como manutenções preventivas e corretivas, além da gestão da documentação, por exemplo, são de responsabilidade da empresa, que precisa absorver esses custos e a demanda técnica com pessoal especializado e focado na gestão da frota.

Tudo isso tem dois impactos principais: a necessidade de agregar toda uma estrutura voltada para a gestão da frota própria dentro da empresa e a variação de custos que pode comprometer o seu planejamento financeiro em médio e longo prazos.

Isso sem mencionar questões como a perda de receita com a depreciação dos veículos, custos com manutenção e outras despesas que a empresa dona da própria frota deve assumir.

Frota terceirizada

Um dos principais benefícios de contar com uma frota terceirizada é a previsibilidade e controle dos custos, que são definidos no momento da assinatura do contrato e proporcionam ao gestor o conhecimento do que será investido no período.

Isso porque a empresa que contrata uma frota terceirizada paga uma tarifa fixa mensal, privilegiando o seu controle financeiro.

Leia também:  Responsabilidade ambiental: saiba como ter uma frota sustentável!

Além disso, todas as preocupações burocráticas e de gerenciamento técnico dos veículos da frota são de responsabilidade da empresa que terceiriza a frota.

Isso faz com que o gestor possa manter uma equipe mais enxuta, reduzindo os custos totais da sua operação, além de não ter a preocupação com todo o controle e a gestão burocrática que uma frota própria requer.

equipes-enxutas-gastam-menos-produzem-mais

Algumas empresas que preferem centralizar toda a gestão de ativos consideram uma desvantagem não estar à frente da gestão da sua própria frota.

Isto, no entanto, não reflete a realidade de uma empresa que conta com uma frota terceirizada, devido aos processos otimizados de gestão e às ferramentas digitais de gerenciamento oferecidas à empresa contratante, como portais de monitoramento, centrais de clientes e aplicativos para smartphones que agilizam todo o atendimento.

Todas essas ferramentas permitem total controle da frota, como se a contratante fosse de fato dona de todos os veículos em questão, sem a parte burocrática e sem a variação de custos característica de uma frota própria.

Frota própria ou terceirizada: qual escolher?

Em relação ao controle de custos, burocracia e esforços de gestão interna, a frota terceirizada se mostra muito mais vantajosa e prática para a maioria das empresas e suas estruturas organizacionais.

Além disso, quando esse tipo de serviço é terceirizado, pode-se concentrar os esforços e manter uma gestão mais direcionada para a atividade-fim do negócio.

Ou seja, se o core business da empresa é a venda dos seus produtos, a terceirização da frota permite à sua equipe se dedicar inteiramente a essa atividade, ao invés de dividir recursos, investimentos e tempo, gerindo uma atividade que não faz parte do seu ramo de atuação.

E o melhor: o gestor de frotas desta empresa passa a ter um papel muito mais estratégico na sua função, direcionando seus esforços para tornar toda a operação muito mais eficiente e lucrativa.

Leia também:  Reembolso de quilometragem: problemas operacionais que se deve considerar

A escolha de terceirizar determinada atividade – ou não – é sempre um desafio muito grande e envolve uma série de decisões a serem tomadas, porque estão envolvidas questões orçamentárias, necessidade de controle e estrutura organizacional, entre outras.

Mas, considerando o cenário em que nos encontramos atualmente, a frota terceirizada proporciona mais benefícios do que manter uma frota própria, para a maioria das empresas em atividade no Brasil.

O que achou desse artigo de hoje? Já sabia dos benefícios que a frota terceirizada pode proporcionar? Para o seu modelo de negócio, qual seria a melhor opção? Não deixe de compartilhar suas opiniões conosco. Utilize os comentários e participe da conversa!

E não se esqueça de acompanhar a página oficial da Unidas Frotas no Facebook para ficar sempre por dentro de tudo sobre a gestão de frotas corporativas. Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

você também pode gostar de:

© 2019 Unidas. Vamos juntos. - Todos os direitos reservados