Created with Snap
Dirigir com sono: como evitar que isso aconteça na sua frota?

Dirigir com sono: como evitar que isso aconteça na sua frota?

Tempo de leitura: 8 minutos.

Sentir sono no trabalho pode parecer algo inofensivo, mas quando é necessário dirigir, a situação se torna bem diferente. Afinal, a sonolência ao volante é uma das principais causas de acidentes de trânsito. Para se ter uma ideia, dirigir com sono ou sinais de fadiga é considerada uma prática tão perigosa quanto dirigir alcoolizado ou sob o efeito de substâncias estimulantes.

Quem já bocejou ou mesmo sentiu os olhos querendo se fechar ao volante precisa ficar atento para que o pior não aconteça. Então, confira de olhos bem abertos algumas maneiras de evitar que os motoristas da sua frota dirijam com sono!

Como a fadiga afeta os condutores?

Como a fadiga afeta os condutores?

Ao conduzir um veículo com sono ou sinais de fadiga, o motorista tem seu tempo de reação afetado e não consegue mover ou parar o veículo em tempo hábil para sair de uma situação perigosa.

O sono também faz com que ele não consiga dirigir defensivamente e nem preste a atenção necessária à estrada e aos outros veículos presentes na via. E o pior: o motorista pode adormecer completamente e ser incapaz de tomar qualquer atitude.

Como consequência dessas situações, o condutor pode colidir contra outros veículos ou obstáculos, cair em barrancos ou precipícios, invadir o acostamento e sair da pista. Com isso, ele se torna responsável por acidentes (às vezes até fatais), colocando em risco a vida de todas as pessoas no trânsito.

Leia também:  Outsourcing na logística: por que devo implementar?

No geral, ocorrências causadas pela sonolência acontecem durante os horários em que normalmente o motorista estaria dormindo, principalmente à noite, e envolvem situações monótonas como estradas vazias e silenciosas.

Quantas horas de sono são necessárias para dirigir?

Não importa a profissão: dormir o suficiente todos os dias é essencial. A quantidade média de sono varia de acordo com o organismo de cada pessoa, mas os médicos afirmam que o ideal é dormir de sete a oito horas por dia.

Uma hora a menos do que essa média já é suficiente para que a pessoa fique sonolenta durante o dia, perca a atenção ao volante e se envolva em diferentes tipos de acidentes.

Como criar planos de ação para evitar o sono ao volante?

Planos de ação para evitar o sono ao volante

Agora que já sabe como a sonolência pode afetar os motoristas e trazer consequências sérias, é hora de ficar por dentro de alguns planos de ação para orientar os condutores de sua frota. Confira:

Crie DDS específicos sobre o assunto

O famoso Diálogo Diário de Segurança, ou DDS, é essencial no dia a dia de uma empresa para que o gestor possa orientar toda a equipe da frota sobre temas relacionados à segurança. Como dirigir com sono é um assunto tão importante, ele não pode ficar de fora desse bate-papo.

Se você criar DDS específicos sobre o assunto, os motoristas poderão entender a importância de uma boa noite de sono, como a fadiga é perigosa nas estradas e o que é possível fazer para evitar a sonolência ao dirigir.

Utilize a telemetria

Com esse sistema de monitoramento, é possível acompanhar o cotidiano da frota com maior eficiência e ficar por dentro de informações sobre o funcionamento dos veículos e o comportamento dos motoristas.

Leia também:  Gestão da manutenção de frotas: 5 erros que não podem ser cometidos

Mas como a telemetria pode ajudar a orientar os motoristas sobre o sono nas estradas? A resposta é simples: você vai poder analisar diversos dados enquanto o condutor está ao volante, como o tempo em que ele está dirigindo.

Com essa informação em mãos, basta analisar qual lugar o motorista está no mapa. Se muitas horas se passaram, entre em contato para alertá-lo sobre a necessidade de terminar o turno e descansar, evitando o sono na estrada e garantindo a segurança no trânsito.

Incentive o uso de técnicas de direção defensiva

Esse tipo de direção é imprescindível para uma condução segura, seja para motoristas de fins de semana ou profissionais que estão na estrada todos os dias.

Dirigir de forma defensiva inclui um planejamento efetivo das ações no trânsito de forma a prevenir e evitar acidentes — como programar o percurso que será feito, se informar sobre o trajeto e, é claro, saber qual é a hora certa de descansar quando o sono bater à porta.

Você pode fazer a sua parte incorporando as medidas de direção defensiva na rotina da frota e orientando a equipe sobre como essas práticas são ideais para reduzir a imprudência e diminuir o número de acidentes.

Música ajuda a manter os motoristas alertas

Crie playlists para manter os motoristas alertas

No trânsito caótico das grandes cidades, dirigir ouvindo música já é uma prática bastante comum. Ao percorrer longos trajetos, uma boa playlist também pode fazer toda a diferença.

Isso acontece graças à capacidade da música de melhorar o humor e a disposição, o que ajuda a diminuir os níveis de cansaço e fadiga dos motoristas.

Por isso, vale a pena indicar o uso da música para ajudar a ficar alerta caso os olhos comecem a pesar. Nessas horas, eles só vão precisar aumentar o som e continuar focados no caminho.

Leia também:  Gasolina ou etanol: qual combustível devo utilizar na minha frota?

Incentive paradas em caso de cansaço

Durante longas viagens, o motorista acaba sentindo o peso de ficar sentado por muitas horas. Uma boa solução é fazer paradas de poucos minutos quando o cansaço aumentar para esticar as pernas e os braços e lavar o rosto.

Além de fazer com que o sangue volte a fluir pelo corpo, o alongamento ajuda a revitalizar o motorista e o deixa mais alerta para seguir o longo caminho em frente.

Chame a atenção para a boa alimentação

Comidas saudáveis são essenciais para a vida de todo motorista, pois alimentos pesados e gordurosos demoram a ser digeridos e acabam causando certa sonolência em algumas pessoas.

O ideal é comer alimentos ricos em energia, como frutas, vegetais, carne magra e cereais, e não cair na tenção do fast food ou de alimentos com excesso de sal e açúcar.

Sobre o consumo de café, é bom ficar atento: ele pode deixar os motoristas alertas momentaneamente, mas não descansam o corpo. O principal é ter uma boa noite de sono e seguir todas as práticas que você leu até aqui para uma viagem segura.

Gostou de conhecer nossas dicas de como evitar dirigir com sono? Aproveite para compartilhar o post nas suas redes sociais e ajude seus amigos a também ficarem alertas ao volante! E não deixe de conhecer os nossos materiais gratuitos para download. São e-books, modelos e planilhas produzidos pela Unidas, líder em terceirização de frotas no Brasil. Clique aqui e baixe gratuitamente!

One thought on "Dirigir com sono: como evitar que isso aconteça na sua frota?"

  1. heraldo disse:

    gostei muito do seu site. conteúdo muito interessante
    parabéns 🙂
    Vou acompanhar suas postagens gostei muito 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

você também pode gostar de:

© 2020 Unidas. Vamos juntos. - Todos os direitos reservados