Created with Snap
Custo Total de Propriedade: saiba como fazer o cálculo

Custo Total de Propriedade: saiba como fazer o cálculo

Um dos obstáculos da gestão de frotas, é reduzir custos sem perder a qualidade. Este pode ser um desafio para os gestores, pois exige uma verificação completa do Custo Total de Propriedade (ou TCO, do inglês Total Cost of Ownership), uma ferramenta importante nesta missão.

Um controle de gastos eficiente na gestão de frotas é extremamente importante ao negócio, principalmente por representar uma parcela significativa como custo dentro de uma empresa.
E você, quer saber como o Custo Total de Propriedade pode ser calculado? Então, confira no post de hoje e tire todas as suas dúvidas:

A Importância do Custo Total de Propriedade

A importância desse indicador não vem de hoje e ganhou relevância já nos anos 90, quando foi introduzido no mercado. Visto como uma metodologia para comparar custos, tornou-se extremamente atraente para realizar planejamentos, projetar e melhorar orçamentos.

Com esse indicador em mãos, é possível defender mudanças estratégicas, assim como ter o embasamento necessário para realizar contratações ou rescisões de grande impacto.

Vantagens do TCO

Com o cálculo do TCO, é possível realizar previsões de custos realistas para a frota, permitindo reduções de custos em todos os itens envolvidos.

Também é possível elaborar uma justificativa para a utilização de uma frota que traga mais segurança, por exemplo. Apesar de o custo ser maior, em longo prazo pode ser mais vantajoso, considerando fatores como revisão e combustível.

Leia também:  Aluguel de caminhão refrigerado: quais as vantagens?

Quais números considerar no cálculo do TCO?

Como a quantidade de variáveis é grande, não existe uma maneira predefinida de realizar o cálculo. Assim, o importante é saber quais números devem entrar na conta, permitindo a precisão das informações.

Vale ressaltar que, neste cálculo, é preciso levar em consideração os custos visíveis (no caso de um veículo, manutenção preventiva, combustível, impostos, etc.)  e os custos ocultos (manutenção corretiva,  sinistro, indisponibilidade da frota, manutenção desnecessária, uso de equipamentos inapropriados, depreciação, etc).

Na contratação de frota, por exemplo, não é necessário considerar valores relacionados a sinistros, pois são custos que podem sofrer variação. Se for necessário gerar um relatório executivo, aí sim poderá demonstrar o índice de sinistros e o custo atrelado.

Passos para calcular o Custo Total de Propriedade

Chegou a hora de fazer o cálculo. Mas por onde começar? A seguir, você vai conhecer alguns passos importantes para definir seu Custo Total de Propriedade:

1) Organize os objetivos do seu indicador

Realize uma análise sobre qual objetivo deve ser alcançado, como a verificação de viabilidade sobre o investimento em novas frotas. É possível traçar metas de acordo com os objetivos propostos de redução de custos, por exemplo.

2) Defina quais são os custos relevantes

Analise quais são os custos mais importantes para o cálculo, considerando as especificidades do negócio. Na gestão de frotas, os itens como manutenção combustível são extremamente significativos.

3) Escolha um período para o cálculo

Com os dados processados, defina o período que será considerado para cálculo. Pode-se considerar, por exemplo, determinado período do ano, em que a movimentação da frota é maior.

Com as informações corretas, é possível criar uma relação total dos custos envolvidos, permitindo a elaboração de um relatório completo com o Custo Total de Propriedade para melhorar as decisões e maximizar os resultados da gestão de frotas.

Leia também:  Veículos especiais: conheça os processos de customização de viaturas

Para auxiliar no cálculo do TCO, você pode utilizar a nossa Planilha Estudo de Viabilidade.

E você? Gostou do post de hoje? Então, siga-nos nas redes sociais e acompanhe todas as novidades. Preparamos periodicamente conteúdos para melhorar a gestão do seu negócio!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

você também pode gostar de:

© 2021 Unidas Frotas. Vamos juntos. - Todos os direitos reservados