Created with Snap
bati o carro da empresa

Bati o carro da empresa, e agora? Saiba o que fazer nesse caso!

Para muitos profissionais, as viagens corporativas são parte comum do cotidiano. Então, como reagir a uma situação inusitada em que você bate o carro da empresa? Como pode imaginar, esse é um momento de muita aflição para o colaborador envolvido!

No entanto, situações como essa acontecem e, independentemente da existência de culpa, é importante que o colaborador saiba como proceder nesses casos. Por isso, elaboramos essas dicas valiosas sobre o tema, demonstrando o que é preciso fazer para superar esse momento. Respire fundo e acompanhe com a gente!

Como lidar com uma situação desse tipo?

Com muita calma. Nós entendemos que essa resposta pode soar um pouco óbvia, mas, de fato, controlar as suas emoções é a melhor estratégia para ser usada nesse primeiro momento. Afinal de contas, tanto o estresse quanto a ansiedade podem nublar o seu pensamento crítico, prejudicando as suas decisões.

Sendo assim, nós da Unidas Frotas desenvolvemos uma cartilha especial sobre como reagir nessas situações, priorizando a sua segurança e a das demais pessoas envolvidas. O objetivo é garantir que tudo seja resolvido com calma, transparência e honestidade.

Inclusive, essas orientações são parte importante para que a sua empresa faça uma boa gestão de acidentes. Essa é uma área que se dedica a organizar todos os procedimentos de conscientização, prevenção e reação a acidentes envolvendo a sua frota.

Como proceder em uma situação na qual eu bati o carro da empresa?

Felizmente, tudo pode ser resolvido em apenas cinco etapas. Inclusive, isso mostra como é fácil solucionar esse tipo de problema quando se conta com uma frota terceirizada. Afinal, os passos listados abaixo são os mesmos que usamos para orientar nossos clientes. Veja!

Leia também:  Veículos Especiais: conheça os principais modelos dessa categoria!

Verifique se a batida causou consequências físicas

Como sempre, a sua saúde vem em primeiro lugar! Por isso, é muito importante que, nesse primeiro momento, você se concentre apenas na integridade das pessoas envolvidas, tal como você, seus colegas de trabalho e as pessoas nos outros veículos, se esse for o caso.

O objetivo é identificar se o acidente causou ferimentos, dores ou outras consequências físicas. Caso sim, esse é o momento em que você deve acionar o SAMU ou qualquer outro serviço hospitalar que preste o socorro de emergência imediatamente.

Um detalhe importante é que você deve chamar o socorro mesmo em situações nas quais não existam lesões visíveis, mas em que pelo menos um dos envolvidos reclame de algumas dores, por mais fracas que sejam. Em certas ocasiões, o impacto pode gerar uma lesão interna que, inicial e externamente, será imperceptível. Por isso, é importante solicitar o atendimento médico, aguardando uma equipe ambulatorial chegar ao local para realizar o diagnóstico.

Registre o Boletim de Ocorrência

Independentemente da gravidade do acidente, você deverá registrar o Boletim de Ocorrência. Ainda mais importante do que esse detalhe, é quem registrará o BO. Geralmente só são aceitos os Boletins registrados pelo condutor do veículo em questão.

Por isso, é muito importante que o condutor se responsabilize por essa etapa, pois é uma parte determinante para facilitar os próximos passos. Caso o acidente seja leve, de modo que o veículo ainda possa se deslocar com segurança, a recomendação é ir à delegacia mais próxima e providenciar o registro do BO.

Caso a situação seja mais grave e o veículo tenha perdido sua capacidade de locomoção, a polícia deve ser acionada até o local do acidente, para que, na companhia dos policiais, você possa registrar o Boletim in loco. E, mais uma vez, frisamos: o BO deve ser registrado sempre, independentemente da gravidade da situação!

Leia também:  3 dicas para escolher os melhores carros para empresas

bati o carro da empresa

Acione a assistência técnica

A essa altura, você já checou a condição física de todos e já entrou em contato com o SAMU e a polícia conforme necessário. Agora sim, chegamos ao momento em que você concentra sua atenção no automóvel. Para facilitar o exemplo, mostraremos como isso ocorre com o nosso serviço.

Digamos que você bateu o carro e, agora, ele não está mais funcionando. Para resolver a situação, você precisa entrar em contato com a nossa equipe de assistência técnica, que funciona 24 horas por dia, 7 dias por semana. Esse contato deve ser feito pelo nosso 0800 em até 24 horas úteis após o ocorrido.

Caso o veículo esteja se locomovendo normalmente, o primeiro a se fazer é desobstruir a pista. Então, você poderá solicitar um atendimento no Portal Frota 360, que é uma plataforma exclusiva aos clientes da Unidas Frotas.

Envie os documentos solicitados

Essa já é uma etapa mais à frente, na qual você não estará com os “nervos à flor da pele” por conta do acidente. Novamente, no Frota 360, você deverá enviar os documentos solicitados para que nossa equipe valide a sua cobertura de coparticipação.

Para isso, você deve enviar o BO e o aviso de sinistro, ambos preenchidos pelo condutor, e uma cópia da CNH e do CRLV. Por padrão, esse envio deve acontecer em, no máximo, 7 dias úteis.

Inclusive, você deve entender a importância desse prazo de envio. Caso exceda esse período sem enviar a documentação, você poderá perder o direito à cobertura de coparticipação, tanto do veículo quanto de terceiros. Como sempre, essa é uma condição descrita no próprio contrato, bastando obedecer ao prazo e às solicitações para que tudo seja resolvido rapidamente.

Leia também:  Luzes de alerta do painel: aprenda o que elas sinalizam!

Pegue o carro reserva

Por fim, a etapa de substituição. Caso o contrato de locação contemple o carro reserva, você poderá pegar outro veículo para seguir na estrada. Para isso, basta seguir os passos anteriores com atenção, respeitando os prazos limite e a documentação solicitada.

Como pôde ver, contar com a assistência de uma boa frota terceirizada é determinante para que você minimize o estresse e agilize o seu retorno ao trabalho. Agora, você pode aproveitar para conhecer algumas curiosidades interessantes sobre os carros blindados e corporativos!

Gostou deste post explicando o que fazer naquela situação em que você fala “bati o carro da empresa, e agora”? Então não perca a chance de conscientizar a sua equipe sobre esse e outros assuntos importantes para o dia a dia da gestão de frotas corporativas. Assine a nossa newsletter e receba os novos artigos em primeira mão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

você também pode gostar de:

© 2021 Unidas Frotas. Vamos juntos. - Todos os direitos reservados