Created with Snap
analista de frota

Qual papel do analista de frota na gestão de veículos da empresa?

Afinal de contas, qual a importância do analista de frota para a sua operação? Essa é uma curiosidade comum a muitas empresas, que buscam entender o papel desse profissional e como ele pode ajudar a melhorar seus resultados.

Por isso, aproveitamos o momento para elaborar este post especial sobre o assunto, apresentando as principais curiosidades sobre a gestão de frotas e seus agentes. Então, não perca tempo e continue nesta leitura para aprender mais sobre o tema!

O que é um analista de frota?

Em essência, o analista é o profissional responsável pelo monitoramento dos dados relacionados à atividade da frota, seja ela terceirizada, seja frota própria ou híbrida. Nesse sentido, a missão do analista é gerenciar o uso dos veículos, o arco de durabilidade de cada modelo, o cronograma de manutenções e daí em diante.

Esse é um colaborador indispensável para quem busca economizar no longo prazo, pois está diretamente encarregado por projetos voltados à eficiência operacional dos veículos, planejando as melhores rotas, conscientizando os motoristas e estimulando a equipe à redução do consumo de combustível.

Para ocupar esse cargo, o profissional apresenta notório saber em áreas como mecânica, gestão e relacionamento interpessoal. Afinal de contas, esse é um colaborador que estabelece contato direto com a equipe e, por isso, a comunicação é uma ferramenta fundamental para o seu trabalho.

Leia também:  3 dicas para escolher os melhores carros para empresas

Quais as responsabilidades do analista de frota?

Ainda que esse profissional conte com boa noção mecânica, seu trabalho não inclui nenhuma função técnica de reparo. Na realidade, suas responsabilidades ficam no campo gerencial, em que ele produz e interpreta informações para, assim, identificar desperdícios e reduzir custos. Veja!

Produção de relatórios

Essa é uma função em que o analista presta assistência para a Diretoria da empresa. Acompanhando o quadro de custos, esse profissional faz o levantamento de gastos, sugerindo pontos de melhoria, indicando possíveis desvios e negligências na conduta dos colaboradores.

Análise dos dados

Além de acompanhar o painel de controle com todos os detalhes da frota, o analista interpreta os dados para encontrar vulnerabilidades na operação, como o desgaste excessivo de alguns modelos, o consumo em certas rotas, o aumento de infrações em alguns trechos etc.

Identificação de melhorias

Complementando a função anterior, o analista é responsável por identificar erros e elaborar soluções para esses problemas. Isso é possível por meio do planejamento de rotas, cronograma de manutenções, conscientização dos motoristas, criação de parcerias e afins.

Negociação com fornecedores

Por fim, o objetivo do analista é encontrar maneiras de preservar a produtividade da operação, enquanto promove a economia. Para isso, o profissional estabelece parcerias com negócios locais, conquistando melhores preços e condições em abastecimentos e manutenções.

analista de frota

Quais os benefícios de contar com o analista de frota?

Agora que você entende os papéis do analista, chega o momento de conhecer os benefícios que esse profissional pode oferecer para a sua empresa. Veja!

Produtividade

O aumento da produtividade é a vantagem mais imediata. Basicamente, isso acontece por conta da organização que esse profissional provoca na gestão de frotas. Entre outras coisas, a função do analista é garantir a disponibilidade de veículos para todos que precisam.

Leia também:  Unidas firma parceria com ABVE e ganha apoio na evolução da frota elétrica

Além disso, a supervisão e agendamento das manutenções também colaboram para essa disponibilidade. Por atenderem os procedimentos preventivos, as unidades da frota dificilmente apresentarão problemas inesperados, deixando algum colaborador sem o carro corporativo.

Planejamento

Além de agendar manutenções, elaborar rotas e firmar parcerias, o analista amplia a capacidade de planejamento da operação, pois realiza o cálculo de depreciação de veículos. Ao tratar de frotas híbridas ou próprias, esse é um detalhe importante, pois fornece informações precisas para a declaração patrimonial dos ativos da empresa.

Aprimoramento

Outro benefício é a capacitação dos seus colaboradores. Eventualmente, o analista pode promover reuniões, seminários e workshops sobre temas importantes para a segurança e eficiência operacional, abordando assuntos como direção defensiva, economia de combustível, cuidados com os veículos, pneus e outros itens.

Economia

A economia pode ser avaliada entre médio e longo prazo, revisitado por motivos como a diminuição do consumo, redução dos custos com manutenção, indenizações ou qualquer outro tipo de gasto extraordinário causado por negligências relacionadas ao trânsito e aos veículos da frota.

Quais as competências necessárias a um bom analista de frota?

Para encerrar, é importante conhecer as qualidades a serem identificadas no recrutamento desse profissional. Como perceberá, todas estão relacionadas a temas como lógica gerencial e boa capacidade de comunicação e trabalho em equipe. Veja!

Organização

Em qualquer campo do mercado, a carreira de analista costuma atrair personalidades mais disciplinadas, focadas e críticas na atenção aos detalhes. Para esse cargo, o perfil organizacional é algo muito importante, considerado o volume de detalhes e informações sob a responsabilidade desse colaborador.

Visão analítica

Apenas encarar o painel de controle não faz um candidato ser um bom analista. Mais do que isso, o colaborador deve ser capaz de elaborar soluções criativas para problemas pontuais. Afinal, essa é uma competência aplicada constantemente no planejamento de rotas e análise de custos.

Leia também:  Armazenagem de produtos perecíveis: como fazer até o transporte?

Senso de inovação

O papel do analista é economizar dinheiro para a empresa no longo prazo. Para isso, o profissional deve entender a importância da tecnologia como uma aliada. Atualmente, a gestão de frotas é revolucionada por uma série de soluções direta e indiretamente tecnológicas, como a terceirização, os softwares de controle e os sensores.

Boa comunicação

Muitas vezes, o analista precisará interagir com os demais colaboradores, aplicando feedbacks, advertências, capacitações e conscientizações. Para que isso seja feito de maneira eficiente e livre de atritos, o profissional deve apresentar boas habilidades de relacionamento interpessoal.

Como pôde ver, o analista de frota deve ser capaz de apresentar uma visão geral sobre os processos, antecipando o desdobramento de cada decisão. Assim, ele consegue realizar seu trabalho de maneira eficiente, aumentando a produtividade da equipe, reduzindo os custos do caixa e, até mesmo, gerenciando a empresa terceirizada da sua frota.

Você gostou deste conteúdo especial sobre o analista de frota? Então, aproveite para continuar aprendendo sobre o tema. Para isso, basta assinar a nossa newsletter!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

você também pode gostar de:

© 2022 Unidas Frotas. Vamos juntos. - Todos os direitos reservados