Created with Snap
4 desafios da gestão de frotas e como resolvê-los

Conheça 4 desafios da Gestão de Frotas e como resolvê-los!

A gestão de frotas é um desafio para muitas empresas — afinal, esta tarefa geralmente não está ligada ao seu negócio principal, ou seja, seu core business. Por isso, é preciso criar rotinas de trabalho onde os envolvidos possam cumprir essa gestão de maneira adequada, e preparar toda uma estrutura necessária para as atividades inerentes à gestão de frotas corporativas.

Alguns desafios são bastante comuns para empresas e gestores que precisam lidar com frotas, seus veículos, condutores e tudo a cerca as suas atividades. Listamos aqui os quatro principais desafios para a gestão de frotas — e porque a terceirização pode ser uma ótima ideia para solucioná-los. Será que você reconhecerá alguma dessas questões na sua empresa? Continue lendo:

Manter a disponibilidade e conservação dos veículos

Ter sempre veículos em pleno funcionamento e bem conservados é um desafio da gestão de frotas que, na verdade, muitas empresas não dão a devida importância. Mas o estado de conservação em que os veículos se encontram é fundamental para todo o funcionamento e segurança de uma frota corporativa!

Para cuidar adequadamente da conservação dos veículos de uma frota, é necessário observar os seguintes aspectos:

  • Manter e atualizar uma agenda de manutenções preventivas;
  • Optar por veículos mais novos e eficientes;
  • Escolher os veículos adequados para cada tarefa;
  • Se certificar de que todos os veículos estão devidamente segurados;
  • Gerir bem o comportamento dos motoristas.

Veículos quebrados trazem grandes prejuízos além da manutenção causada pelas avarias. Atrasos, ociosidade de pessoal e insatisfação de clientes são apenas alguns deles. Por isso, não deixe a manutenção e os cuidados com a conservação dos veículos da sua frota em segundo plano; no mínimo, a imagem da sua marca pode ser prejudicada diante do público.

Leia também:  Como o comportamento do motorista pode impactar na operação?

Outros pontos a considerar: veículos reserva são importantes para evitar a ociosidade e manter a produtividade da frota. Não deixe para pensar neles só na hora em que precisar! E conte sempre com um serviço de assistência e socorro disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Garantir a segurança dos condutores

Segurança em primeiro lugar!

Quando falamos de segurança, além do próprio seguro do veículo, é importante pensar em evitar especificamente as questões como acidentes, roubos e furtos de veículos.

Estão disponíveis no mercado equipamentos e sistemas especializados em rastreamento e monitoramento do veículo, que representam camadas adicionais de segurança e ainda auxiliam na recuperação de veículos roubados. Os motoristas também devem ser bem treinados e incentivados a boa conduta no trânsito, evitando acidentes e preservando vidas.

A segurança também se refere ao bom funcionamento dos veículos, que devem ser constantemente acompanhados e estar com a manutenção preventiva sempre em dia. Pode-se investir em telemetria: aferir os dados (consumo de combustível, condução dos motoristas, e mais), com transmissão remota para uma central de monitoramento, a fim de acompanhar sua operacionalidade.

E é claro, toda a frota precisa ser devidamente segurada – no caso do transporte de cargas, o seguro deve incluir o material transportado. Sinistros muitas vezes são inevitáveis, mas o prejuízo pode ser minimizado se precavendo com uma frota coberta por seguro.

Realizar um bom controle de gastos

Outro desafio na gestão de frotas é o controle de gastos. A gestão adequada possibilita uma economia de até 25% nas despesas. O controle de custos deve ter apoio da manutenção dos veículos e também dos cuidados com a segurança no transporte, mas o melhor a fazer é ter uma equipe qualificada e sistemas especializados para controlar os custos da frota.

Controle de custos da frota

Outros dispêndios que carecem de adequado domínio são os tributos. O pagamento de impostos também deve levar em consideração suas datas de vencimento — afinal, eventualmente podem acontecer mudanças na legislação e aumentos das alíquotas.

Leia também:  Certificação energética: como se aplica à gestão de frotas

A gestão e o monitoramento das multas de trânsito também desafiam a gestão de frotas. Nesse sentido, as infrações podem ser prevenidas a partir da melhor conscientização do motorista quanto ao respeito às regras de circulação nas vias – e claro, de um acompanhamento detalhado dos condutores e a incidência de multas para cada um deles.

A terceirização e a gestão de frotas corporativas

Já deu para perceber que gerir uma frota de veículos com eficiência pode ser um grande desafio para as empresas — e, ainda, causar grandes dores de cabeça quando houver má administração. Por esse motivo, a terceirização de frotas se estabelece como a melhor opção para gerir adequadamente esse importante recurso.

Empresas especializadas na gestão de frotas proporcionam grandes vantagens para os contratantes. Primeiro, é feita a escolha dos melhores veículos para cada tipo de uso; depois entra toda a preparação dos veículos, como instalação de equipamentos e personalização visual, e entrega tudo no endereço desejado.

Empresas que optam pela terceirização de frotas – também chamada de locação de frotas ou aluguel de frotas – delegam esses desafios aos verdadeiros especialistas no assunto, o que faz bastante sentido. Essas empresas ainda recebem de volta outro benefício: uma frota terceirizada gera um custo fixo, que privilegia o planejamento financeiro em longo prazo.

Agora que você conhece os principais desafios da gestão de frotas, ainda está em dúvida se vai gerir sua própria frota ou terceirizar o serviço? Tem outras dúvidas ou sugestões? Deixe seu comentário e participe conosco.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

você também pode gostar de:

© 2019 Unidas. Vamos juntos. - Todos os direitos reservados